Psiu vizinho! Barulho no condomínio: como mediar conflitos

PSIU VIZINHO, BARULHO NO CONDOMÍNIO: COMO O SÍNDICO PODE GERENCIAR A SITUAÇÃO E EM QUAIS CASOS É NECESSÁRIO ACIONAR A JUSTIÇA

Saiba como o síndico pode mediar conflitos e garantir o bom senso dos moradores para evitar desentendimentos e sanções

COMO EVITAR PROBLEMAS COM BARULHO NO CONDOMÍNIO

Um dos problemas mais comuns e que geram mais ocorrências no condomínio são as reclamações por excesso de barulho, seja uma música mais alta, barulho de obra ou o cãozinho que late a noite toda. O maior desafio do síndico é identificar se esse é um problema que atinge o condomínio inteiro ou um problema entre vizinhos. 

Com a chegada da pandemia, muitas pessoas tiveram que trabalhar e estudar de casa, o que fez o números de reclamações por excesso de barulho aumentarem em condomínios de todo o país. Nas redes sociais, vemos inúmeros casos de vizinhos que criam grupos para reclamar de um vizinho que está fazendo obra enquanto outro morador precisa de silêncio para realizar uma reunião importante. Nesse caso, quem tem razão?

De maneira geral, todos os moradores precisam seguir os horários determinados na convenção e no regimento interno do condomínio. Então, caso algum morador esteja fazendo uma obra ou reforma dentro do horário permitido, o síndico precisa gerenciar o desconforto gerado no morador que está reclamando do barulho, seja como intermediador de uma conversa entre vizinhos, em que cada um expõe sua necessidade de silêncio durante um determinado período, ou solicitar o bom senso entre as duas partes para evitar conflitos desnecessários.

REFORMA TEM DIA E HORA

Se o morador está realizando a obra dentro dos dias e horários previstos pelo regimento do condomínio, o morador que prestou uma queixa ou ocorrência precisa entender que nenhuma norma está sendo descumprida. 

Em casos de reformas muito longas ou com barulho excessivo e repetitivo por muito tempo, o síndico pode trabalhar para criar soluções onde a reforma não seja realizada em certos períodos do dia em que o barulho gera mais incômodo aos demais moradores. O diálogo é sempre o melhor amigo do síndico nessas situações. Se a obra está sendo realizada fora dos padrões e horários permitidos, o morador poderá ser multado por infringir as regras do condomínio. Para acompanhar cada reclamação de barulho, o síndico pode utilizar a Plataforma Noknox através da função “Ocorrências”, onde poderá gerenciar, tratar e finalizar cada um sempre dando visibilidade da resolução do problema para os moradores. 

QUANDO O BARULHO VIRA CASO DE JUSTIÇA

De acordo com a Justiça, o excesso de barulho pode ser entendido como contravenção penal. O artigo nº 1.336 inciso IV do Código Civil diz: “Não prejudique o sossego, a salubridade e a segurança dos demais”. 

Em casos repetidos em que o síndico já advertiu o morador barulhento e o problema não foi solucionado, pode ser aplicada multa. É muito importante manter os moradores informados sobre as regras de convivência no condomínio. Envie comunicados sobre essas regras pela plataforma Noknox. Assim, os moradores recebem os comunicados diretamente no Super App Noknox e ficam sempre informados sobre seus direitos e deveres no condomínio. Conheça as soluções da Noknox que vão transformar seu condomínio.

Deixe uma resposta